quarta-feira, 28 de fevereiro de 2007

Haworthia cooperi


Família ASPHODELACEAE
Ganhei de presente em julho de 2006.
Seu crescimento é lento e ainda não deu flores. Parece ser bem tolerante quanto à quantidade de luz. raticamente não sentiu quando mudou de um lugar à meia-sombra para um de sol pleno.
Suas folhas transparentes são muito interessantes e bonitas.

terça-feira, 27 de fevereiro de 2007

Adromischus cristatus

Família Crassulaceae.
Planta adiquirida em abril de 2006.
Se desenvolveu bem, mas durante o verão perdeu várias folhas.
Está florindo em fevereiro, mas as flores ainda não abriram.
Repare nos filamentos marrons que saem do caule junto com as folhas.

Adromischus cooperi (Bak.) Berger

Família Crassulaceae.
Comprei essa planta em junho de 2005. A diferença entre as duas fotos é de oito meses (são ambas fotos da mesma planta).
Está agora (fevereiro de 2007) com botões, mas as flores ainda não abriram.
Pega por estaca foliar com facilidade, mas é de crescimento lento.

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2007

Xerosicyos danguyi Humbert

Família Curcubitaceae (a mesma família da abóbora, melancia etc.)
Ganhei uma muda dessa planta de um grande amigo. Seu crescimento é lento e ela deve ser algum tipo de trepadeira. Vamos esperar pra ver.

domingo, 25 de fevereiro de 2007

Peperomia dolabriformis Kunth

Família Piperaceae.
Comprei essa planta em julho de 2006 e ela já floriu várias vezes, em todas as épocas do ano.
Seu crescimento é lento e eu não tive coragem de fazer mudas.

sábado, 24 de fevereiro de 2007

Echeveria 'Perle Von Nurnberg'

Família Crassulaceae.
Tenho essa planta desde maio de 2005.
Sua forma mudou muito, pois a coloquei no sol e ela ficou mais compacta e com as folhas mais grossas.
Muito resistente, pega fácil por folhas, mas nunca deu flores.

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2007

Senecio scaposus DC.

Família Asteraceae
Comprada em julho de 2005, só um ano e mio depois está aparecendo um broto lateral.
Fica muito bonita mas, em vasos muito pequenos, não cresce muito.
Quando falta água, ele murcha as folhas, que ficam com um aspecto enrugado, pois o tegumento que as recobre não tem muita elasticidade.
Veja outras fotos.

Aqui a planta está soltando o tegumento, depois de uma chuva forte:

domingo, 18 de fevereiro de 2007

Titanopsis calcarea (Marloth) Schwantes

Família Aizoaceae.
apesar desse planta ser considerada na maioria dos sites como "de fácil cultivo", não é tão fácil assim. Minha planta "melou" depois de alguns meses. Um amigo que também tinha um exemplar teve o mesmo problema.
Veja foto de quando ela começou a definhar:

Trichodiadema densum (Haw.)

Família Aizoaceae.
Planta muito interessante: quando fui replantá-la, dei de cara com um sistema radicular enorme e robusto, como se ele tivesse um tronco enterrado. Tive que colocá-la num vaso bem grande para alojá-lo.
Ainda não floriu.

Fenestraria rhopalophylla (Schltr. & Diels)

Família Aizoaceae.
Não tive sorte com essa planta. Ganhei uma muda de um grande amigo e ele não foi pra frente, aparentemente fungando de baixo para cima.
É muito interessante, pois possui uma "janela" no topo das folhas.

sábado, 17 de fevereiro de 2007

Bergeranthus scapiger (Haw.) N.E. Br.

Família Aizoaceae.
Ganhei essa planta em novembro de 2005.
Ela floriu entre os mêses de fevereiro e abril.
Esse ano eu a replantei e ela (aparentemente) não vai florir.
Exposta ao sol pleno, suas folhas ficam menores.
A falta de água faz com que ela murche um pouco, o que resulta em estrias transversais nas folhas.

Oscularia deltoides (L.) Schwantes

Família Aizoaceae.
Também conhecida como Mesembryanthemum deltoides L.
Comprei-a em julho de 2006.
Sua propagação pode ser feita por estacas caulinares com facilidade. A estaca vai melhor se pegar apenas umas 3 ou quatro horas de sol direto por dia.
Essa planta fica mais bonita se não pegar sol o dia todo, pois as folhas ficam maiores, apesar de suportar muito bem sol pleno.
Nunca vi florida.
Veja nessa foto um detalhe das folhas.

Faucaria tigrina (Haw.) Schwantes

Família Aizoaceae.
Comprei essa planta e não sabia o espetáculo que seria a flor.
Floresce praticamente o ano todo. Os frutos as vezes se desenvolvem, mas nunca vi sementes.
A aparência da planta varia muito se colocada no sol (atarracada e cheia de pintas brancas) ou na sombra (folhas mais compridas e sem as pintinhas).
Houve um período de inverno em que vária mudas "melaram", mas eu não descobri o motivo.
Veja a planta sem flores:

Delosperma lehmannii (Eckl. & Zeyh.) Schwantes

Família Aizoaceae.
Comprada em junho de 2006.
De crescimento lento, apresenta sinais de desidratação com freqüência, mesmo quando é regada o suficiente. Veja nessa foto como ela parece enrugada:Nunca floriu em minha casa.