domingo, 29 de junho de 2008

Crassula marnieriana

Planta da família Crassulaceae originária da África do Sul, é comumente encontrada à venda (pelo menos na grande São Paulo).
Crassula marnieriana é muito fácil de cultivar. Com solo drenado e com um mínimo de adubação ela cresce rapidamente e gera muitas mudas. Estacas caulinares são o modo mais fácil de reproduzi-las.
Costuma ficar pendente, podendo ser cultivadas em vasos "pendurados".
Se colocada no sol pleno, adquire uma bonita cor vermelha na borda das folhas:
A floração acontece no verão e outono. Veja a foto:

quarta-feira, 18 de junho de 2008

Furcraea selloa var. marginata

A Furcraea selloa var. marginata é uma das plantas ornamentais mais comuns da família Agavaceae em cultivo no Brasil, principalmente em praças.
Fica muito grande, com vários metros de altura, por isso deve-se planejar bem o local onde será plantada, pois seus espinhos são um problema quando as folhas ficam em locais de passagem.

Normalmente é confundida com Agave americana, mas é bem maior, possuindo porte arbóreo. As cores também são mais vivas. A parte de baixo da folha de F. selloa e bem áspera, enquanto a parte de cima é mais lisa.
Vai bem em qualquer solo e é bem resistente às intempéries depois que está estabelecida.
Quando dá flores, a planta que origina a inflorescência acaba morrendo. Veja na foto abaixo:
Mas a planta dá inúmeros propágulos no caule, que caem na terra e dão origem a novas plantas. Veja:
Aqui, uma muda retirada da planta mãe:

quarta-feira, 11 de junho de 2008

Aloe vaombe

Aloe vaombe é um dos aloes mais interessantes, principalmente por seu porte arbóreo, com um caule vigoroso no qual as folhas velhas e secas ficam presas. A inflorescência é bem grande e de um vermelho vivo.Só vi duas plantas dessas na minha vida. As duas estão no Parque Escola em Santo André, onde trabalho. As condições não são as ideais: o solo é argiloso e pobre, além de acumular muita água. No entanto, as plantas estão se desenvolvendo bem (a maior está com mais de 2 metros) e todo final de outono, começo de inverno, nos presenteiam com suas flores.
Abelhas Arapuás roubam o nectar de suas flores (veja na foto a abelha preta numa das flores de baixo), mas, mesmo assim, surgem alguns frutos.

domingo, 8 de junho de 2008

Callisia fragrans

Da família Commelinaceae, Callisia fragrans é uma planta com folhas levemente suculentas, verde com manchas claras longitudinais muito bonitas.
Aceita bem qualquer tipo de solo, mas o prefere rico e bem drenado.Nunca observei a floração no jardim em que a cultivo.
"Pega" com muita facilidade, por estacas caulinares. É ideal para fazer maciços a pleno sol, pois, depois de enraizada, emite estolhos em profusão, com novas plantas na ponta. Veja as fotos abaixo:

sábado, 7 de junho de 2008

Cotyledon tomentosa

Essa planta da família Crassulaceae é de cultivo muito fácil. Solo bem drenado e adubações ajudam, mas não são obrigatórios. Vai bem em sol pleno, quando fica bem compacta, e em meia sombra. As vezes a planta simplesmente "derruba" algumas folhas. Ainda não descobri a causa, mas acredito que seja falta de nutrientes.
A minha planta nunca floriu... Quando acontecer, coloco fotos.
Em alguns lugares é conhecido como "Pata-de-urso", por causa do formato de suas folhas. Na minha opinião, um nome bem adequado.
Veja outra planta:

Não consegui reproduzi-la por estacas foliares, só por estacas caulinares, mas acredito que seja possivel. Veja a foto abaixo e repare nas raízes saindo da folha:

quarta-feira, 4 de junho de 2008

Crassula falcata

Essa é uma das minhas plantas preferidas. Crassula falcata, da família Crassulaceae, é bonita tanto florida quanto sem flores.
Gosta de sol pleno e não é muito exigente quanto ao solo, mas fica linda em solo rico e bem drenado.
As folhas nascem num ângulo diferente da maioria das crassulas. Veja:Detalhe da inflorescência:A minha planta, quando jovem, pegou uma doença, provavelmente um fungo, que parece uma ferrugem. No sol pleno e com regas e adubação corretas, a planta se curou sozinha.
A Paola, minha amiga de comunidade no Orkut, me enviou essa foto aí em baixo, mostrando raízes brotando em folhas tiradas de uma planta adulta. Provavelmente estacas foliares funcionem como forma de propagação. Vamos ver se vai dar certo!
Revisitando o post:
Depois de algum tempo a Paola me mandou essa foto:Parece que as estacas foliares funcionam! Mais uma vez, obrigado Paola!

segunda-feira, 2 de junho de 2008

Crassula ovata

Uma das plantas mais cultivadas entre as suculentas, Crassula ovata, da família Crassulaceae, é comum em jardins, vasos e varandas do Brasil.
Fácil de cultivar, vai bem em qualquer substrato que tenha boa drenagem. Se regada demais, o caule pode apodrecer na base.
Vai bem à meia sombra, mas gosta mesmo é de sol pleno.

Essa planta é conhecida como Planta Jade ou Bálsamo de Jardim. Não possui qualidades medicinais comprovadas, mas é muito confundida com uma planta medicinal, chamada Bálsamo (Sedum dendroideum).

A época de floração é o outono, portanto estão floridas enquanto escrevo esse post.
Veja foto da flor: