sexta-feira, 22 de agosto de 2008

Plectranthus prostatus

Plectranthus prostatus, da família Lamiaceae, não é muito comum entre os colecionadores de plantas suculentas. É um parente do boldo, mas, que eu saiba, não é medicinal.
De cultivo fácil, não precisa de solo muito rico e vai bem em sol pleno ou em meia sombra. As cochonilhas adoram essa planta, mas ela é bem resistente a elas. Normalmente, retirar as cochonilhas manualmente é suficiente para evitar maiores problemas.
As flores são pequenas e não muito vistosas. Após a floração, é aconselhável replantá-la, pois a planta tende a secar.
Estacas caulinares são o principal modo de propagação:
Em jardins adquire o hábito reptante, "se arrastando" pelo chão (veja a primeira foto). Em vasos, fica pendente como na foto abaixo:

quarta-feira, 20 de agosto de 2008

Trichodiadema densum: finalmente uma flor!

Sim, eu sei que é modesta, mas uma flor, depois de dois anos e três meses de cultivo, é motivo pra comemoração!
Aqui está a primeira de muitas (eu espero...):

sexta-feira, 15 de agosto de 2008

Senecio haworthii

Senecio haworthii, da família Asteraceae, foi uma planta que eu comprei e, honestamente, me esqueci. Ela ficou mais de um ano no vaso em que foi comprada, em cima de um muro, sem praticamente nenhum cuidado. Não cresceu, não deu flores, mas também não morreu.
Um dia resolvi replantá-la. Um substrato bem drenado, adubações freqüentes e sol direto fizeram a planta crescer rapidamente. Depois de atingir uns 20 cm, ela tente a envergar, crescendo na horizontal, mas não encostando no substrato.
Suporta bem a água da chuva e pode ser regada bem pouco, apenas quando o substrato secar. Acredito que esse ano ela dará flores. Vamos aguardar.

sábado, 9 de agosto de 2008

Sedum nussbaumeranum

Sedum nussbaumeranum não é uma planta comumente encontrada no comércio, pelo menos em São Paulo. Infelizmente, pois é muito bonita, com sua coloração alaranjada.
Seu crescimento é lento, se comparada a outros seduns. Uma estaca caulinar de uns quatro centímetros pode demorar 3 anos para dar uma flor.

Uma pequena estaca caulinar:
Por falar nisso, as flores não são muito vistosas, mas a abundância e o formato da inflorescência compensa a falta de cor.

Veja uma inflorescência:
Vai bem tanto em vasos como em jardins, desde que esteja num local bem ensolarado, com solo bem drenado, e receba adubações de vez em quando. Não é realmente muito exigente. Se não pegar sol suficiente, perde a cor alaranjada.

Veja a planta num jardim:

quinta-feira, 7 de agosto de 2008

Sedum pachyphyllum


Sedum pachyphyllum, da família Crassulaceae, já foi a planta mais comum entre as suculentas cultivadas. Hoje em dia já não é tão comum assim.
De cultivo fácil e muito resistente, aceita qualquer tipo de solo, desde que a iluminação seja boa. Prefere sol direto, quando fica com as pontas das folhas vermelhas. Essa característica lhe conferiu o nome popular "Dedinho de Moça".
Sua propagação pode ser feita com estacas caulinares ou foliares. Vai bem tanto em vasos como em jardins. Veja a planta num canteiro:
As flores são amarelas e ocorrem no inverno.