segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Echinopsis subdenudata

Echinopsis subdenudata é mais uma planta da família Cactaceae que é cultivada e vendida enxertada. É originária da Bolívia.
Essa eu comprei enxertada e retirei do cavalo. O resultado é esse aqui:
Depois de algum tempo, a planta deu flores (primeira foto) e, logo após, vários brotos laterais. 
Veja abaixo a planta com esses brotos e novos botões florais. Repare que, como a planta foi cultivada "no tempo", tomando chuva e sol direto, os espinhos apareceram entre "tufos" que parecem algodão e que eu acredito que sejam gloquídeos (por favor, me corrijam se estiver errado!). 
Aqui, as flores em detalhes:
Elas são grandes, delicadas e não duram muito, mas valem a pena:
Quanto ao cultivo, requer solo bem drenado e aceita sol direto. As regas podem ser esparsas, principalmente no inverno. Cuidado com os períodos de estiagem, pois, se a planta ficar muito desidratada, uma rega exagerada pode fazer com que ela absorva água demais e "rache". Ela não morre, mas a aparencia não é muito boa. Adubações freqüentes são indicadas para aumentar o número de flores.

21 comentários:

Obedy disse...

Meus olhos ficaram perplexos com tanta beleza reunida em um só blog. Parabéns!!! Eu tb chego lá!!! Já tenho 60% da sua coleção. porém, algumas nunca vi. Vou voltar outras vezes pra contemplar a perfeição da natureza. Tambem sou apaixonada por suculentas.

Peguei na rede... disse...

Oi Marcus, todos os dias venho lançar meus olhos pegajosos (no bom sentido) em seu jardim. E já estou com vontade de mostrar algumas tchutchucas que adquiri em homenagem a vc, ao Nélio e ao Ezequiel, os "culpados" pela minha suculenta paixão.

Ahhh, meu querido, sei que a maioria dos homens não ligam muito para essas correntes mas, não resisti e acabei repassando um selinho de admiração e carinho para e por vc.

Xêrão procê

Sil

Marcus Corradini disse...

Sil e Obedy, vocês são sempre bem vindas!
E Sil, obrigado pelo selinho! Passei lá no seu blog pra ver de que se tratava. Muito legal.

Cintia Midori disse...

Nossa! Q floração caprichada! Lindo!

MARISE disse...

MARCUS....TO ENCANTADA COM SUAS PLANTAS...NAO CHEGUEI NEM A SEUS PES..MAS AINDA CHEGO...O CARINHO QUE TEMOS POR PLANTA É PRATICAMENTE O MESMO...GANHEI UM CACTO DE PRESENTE..(NUM VASINHO PEQUENININHO).MUDEI DE VASO E APAIXONEI COM O JEITO QUE ELE BROTOU...A PARTIR DAI NAO PAREI MAIS...FICO FORA DE MIM PROCURANDO NOVOS "MODELOS"CADA UMA MAIS LINDA QUE A OUTRA...ADORO ESSA MINHA SUCULENTA PAIXAO...VOU TE VISITAR SEMPRE..MANTENHA-SE ATUALIZADO AHAHA,....UM ABRAÇO

Marcus Corradini disse...

Marise e Cintia, muito obrigado pelos elogios!
Estou tentando postar sempre, mas está meio difícil... Mas tenho algumas coisas novas pra mostrar em breve!

ZANINHA disse...

oi marcos , tenhouma pequena coleção de cactos. tenhoeste ai .
eu liuma vez q palantas retiradas de cavalos não sobreviviam , mas como vc conseguiu???
e q tipo de terra vc usa pra plantar os seus ???. aguardo resposta

Marcus Corradini disse...

Zaninha, os cactos que não tem clorofila realmente não podem ser retirados dos cavalos. São plantas vermelhas, rochas ou amarelas, sem traços de verde.
As plantas verdes, que tem clorofila, podem ser retiradas do cavalo. Basta você cortá-la com uma lâmina afiada e desinfetada, deixar cicatrizar na sombra por um ou dois dias, e plantá-la direto no vaso.
O substrato que uso normalmente é terra vegetal e areia misturados em partes iguais, mas depende da planta.

ADRIANA BIASOTTO disse...

Oi Marcus, tenho esta planta num vasinho com mais umas 3 ha uns 12 anos e somente esta semana q ela florou. Foi tao rapido e tao linda, so q abriu e morreu em menos de 24h. Eu e minha filha ficamos apaixonadas. Vou comprar outras iguais, mas sozinhas para ver se florescem... abs, adriana

Nanda Andrade disse...

nussssssssssssssssssssssssssss, eu tinha 4 delas, mais venid 2, so q fiquei com 2, e não a svendo, rsrs, eu estava ja descinfiada que ela coloava essa flor, nusss, to enconaatda ao ter a certeza, nuiot linda, muito mesmo.

Nanda Andrade disse...

nussssssssssssssss, que lindo, tinha 4 delas, estou apenas com 2, pois vendi 2, qd comprei o moço falou q ela colocava flor branca, eu tennho uma mini coleçõa de cactos, e pesquisando na net, vi uma vez, uma dessas e ate slavei e fiquie desconfiada q era da minha, mais hj tive a certeza, nussss, to feliz, não vejo a h dela florir, kkk.

Anônimo disse...

Como você faz para tirar o cacto do cavalo? Tenho uma Echinopsis Subdenudata e ela dará sua primeira flor. Estou muito ansiosa. Mas depois que terminar a floração, gostaria de retirá-la do cavalo, porém estou com medo de danificá-la..

Marcus Corradini disse...

Corte o cavalo rente à base da planta. deixe cicatrizar na sombra num lugar seco por uns dias, até o corte ficar sequinho. Depois é só plantar no novo vaso. Use um estilete desinfetado e bom. É isso.

Erika Feronato Ciampone disse...

Oi Marcos.
Primeiramente parabéns pelo seu blog, é incrivel!
Vi seu post a respeito de retirar do cavalo e plantar, minha dúvida é: A planta morre se eu cortar o cavalo e plantar sequencialmente?
Obrigada!!!!
bye!

Marcus Corradini disse...

Erika, sua dúvida é se você pode plantar sem deixar cicatrizar? Pode, ma corre o risco de a planta pegar alguma doença, pois o corte é um porta de entrada para fungos e bactérias. Mas se você não regar nos primeiros dias, pode dar certo. Boa sorte!

LuLi Monnerat disse...

Olá! Tenho uma dessas enxertada, mas já apareceu um broto e raízes... como faço para retirar do cavalo sem danificá-la?! Obrigada e parabéns pelo blog!

Marcus Corradini disse...

Oi Luli. Faça o seguinte: com uma lâmina afiada, retire todo o cavalo cortando bem rente à planta (se sobrar um pouquinho tudo bem...), sem dó. Deixe o cacto em local sombreado um ou dois dias para cicatrizar o corte (ele vai ficar sequinho). Depois é só plantar no vaso definitivo enterrando um pouco (um centímetro é suficiente). Regue e depois só coloque água quando secar completamente. Evite mexer na planta por algumas semanas para não quebrar as raízes novas. Boas sorte.

Unknown disse...

Olá a minha também veio em incherto, como faço para retirar de cima da outra planta e cultivar separada ?

Marcus Corradini disse...

Leia o comentário acima! :)

Andrea Cunha disse...

Marcus, o meu também é enxertado. O cacto está bem, mas o cavalo murchou todo, acho que apodreceu. Vc acha que devo cortar rente à divisa dos dois como a regra geral ou corto mais acima, na base do cavaleiro já que o cavalo está podre?

Marcus Corradini disse...

Andrea. eu cortaria mais acima. Tiraria todo o cavalo.
Boa sorte e feliz 2017.