quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

Portulaca oleracea


Essa plantinha, Portulaca oleracea, apareceu espontaneamente no jardim onde trabalho. Da família Portulacaceae, não requer cuidados especiais e vai bem em qualquer ambiente, desde que bem iluminado. Nasceu até mesmo nos vãos de minha calçada! Isso faz com que seja uma boa opção para jardins de suculentas.
A reprodução é feita por sementes, e depois da floração ela tende a desaparecer. É possível comprar sementes em lojas de flores.
Repare como a flor se parece com a flor dos cactus, só que com menos pétalas. Essas duas famílias (Cactaceae e Portulacaceae) pertencem à mesma ordem, Caryophyllales.

22 comentários:

Peguei na rede... disse...

Oi Marcus, Feliz 2009 de muita luz, flores, novas descobertas, prosperidade e alegrias duradouras.

Vim pedir-lhe um socorro. Postei uma foto de uma variedade que estou interessada em comprar mas, não há informações nem da vendedora. Se puder me ajudar.

Grande xêro procê

Sil Cruz

http://pegueinarede.blogspot.com/2009/01/que-planta-essa.html

Anônimo disse...

Oi Marcus, queria te informar que aqui no sul nós conhecemos esta plantinha como ONZE HORAS porque é mais ou menos neste horário que as flores se abrem, já notou? Há uma garnde variedade de cores, até mescladas. Um abraço, Gel de SC.

Marcus Corradini disse...

Oi Gel!
Pois é, são tantas pantas com esse nome popular... Praticamente todas as plantas que abrem as flores de manhã acabam chamando "onze horas". A "onze horas" daqui de São Paulo é uma outra plantinha...
Abraço

Ella disse...

Nos vãos da calçada?! Que lindo! =]

*Sandra* disse...

muito linda! é sepre bom dar de caras com algo tão lindo quando se entra num blog.
Bjs

Re Curitiba disse...

Oi Marcus,

a "outra" Onze Horas que vc diz que é de S.Paulo, é a Portulaca grandiflora e realmente é a mais conhecida. Mas eu, quando morava em Sampa tinha na floreira das janelas do apartamento essa portulaca oleracea. Enquanto a grandiflora é originária do Brasil, a "sua" é originária da Europa. Ambas são suculentas também. Eu particularmente acho a oleracea mais bonita. Aqui em Curitiba conheci tb uma suculenta com as folhas parecidas, que chamam de rosinha do sol. Trata-se da Aptenia cordifolia.
abrs
Re Curitiba

Marcus Corradini disse...

Re, uma outra planta conhecida como onze horas em São Paulo é Lampranthus productus, da família Aizoaceae... Por isso, apesar de saber que são importantes, não me preocupo muito com os nomes populares. É uma confusão!

Re Curitiba disse...

Oi Marcus,
no meu lindo e super livro do Harri Lorenzi fui consultar se constava a Lampranthus e lá estava. Ainda não vi ao vivo. Muito bonita.

Marcelo disse...

Oi Marcus
tenho uma coleção de cactos e suculentas e gosto de trocar mudas e principalmente de identificar plantas.
Será que voce ainda está postando neste blog? anda meio sumido...
aparece ai pra gente trocar umas informações
abraço
Marcelo

Marcus Corradini disse...

Olá Marcelo!
Tenho postado pouco, pois estou num momento profissional meio ruim.
Mas estou respondendo todos os comentários e preparando um novo material!
Abraço

Anônimo disse...

Pois é, nao desanima não, é assim mesmo. espero que sua vida profissional se resolva logo.
voce ainda esta trabalhando no parque das suculentas?

Muito legal seu blog viu

abraço
Marcelo

Marcus Corradini disse...

Pois é Marcelo... O projeto acabou com a mudança de prefeito. Estou desempregado.
Mas é por pouco tempo, espero.

Marianna disse...

Oi Marcus,também sou fã das suculentas, mas estou com um problema.Apareceu na terra um tipo de "praga" que eu não conheço,será que vc pode me ajudar?Não sei como faço para enviar uma foto de como ela se apresenta.Me diga como por favor?
Obrigada
Marianna Bretas

Marcus Corradini disse...

Marianna, me mande um comentário com seu e-mail (eu não publico), Aí eu te mando meu e-mail e você me manda fotos, certo?
Abraço

Sole disse...

Essa que é chamada de onze horas né!? Na casa de minha irmã [q mora em Camoinas] que tinha bastante, aqui em Sampa, nunca vi!

Sole disse...

escrevi o nome da cidade errado, hahah é Campinas

Peguei na rede... disse...

Marcus, lá no terreno onde trabalho, qdo começam as chuvas, brotam do nada muitos pés de (acredito eu) portulacas. São idênticos a essa da foto (e que tbm tenho em casa). Porém, as que nascem lá no trabalho não dão flor, nenhumazinha. Observei q tudo é igualzinho a portulaca, só faltam as flores. Já viu isso?

A senhora do caseiro disse q akela é comestível. Só q não me animei a experimentar.

Marcus Corradini disse...

Sil, deve ser ela mesma, pois é uma plantinha bem sem vergonha, que nasce espontaneamente. Agora, o fato de não dar flor é estranho... Fique de olho. Quanto a comer, não tenho nenhuma informação. É a primeira vez que ouço isso.

Anônimo disse...

Oi Marcus, ganhei uma mudinha de onze horas e ela se espalhou, já enchi meu canteiro, distribui outras mudinhas e desde então me APAIXONEI por essa espécie. Comprei umas sementes de cores variadas, já brotaram, mas eu não sei distinguir se é realmente as folhinhas de onze horas, pois não estou achando muito parecidas. será que vc pode me ajudar nesse sentido? vc já plantou sementes dela? como elas são? muito obrigada

Marcus Corradini disse...

Existem várias espécies de 11 horas. Espere pra ver qual é a sua. Me mande as fotos quando elas estiverem com flor que eu identifico para você.
Abraço e boa sorte!

André disse...

«não requer cuidados especiais e vai bem em qualquer ambiente, desde que bem iluminado»

Bem me queria parecer que era uma planta portuguesa, como o nome faz lembrar :)

AA

PS - Sou português.

Baunilh@ disse...

Eu tenho uma planta parecida com essa, mas não tenho certeza se é essa mesma. Será que você poderia me ajudar a identificá-la?!
luisabaunilha@hotmail.com

P.S.: Adorei suas flores! =]