sexta-feira, 17 de abril de 2009

Sedum allantoides

Da família Crassulaceae, Sedum allantoides não é muito comum. Parece-se muito com Sedum pachyphyllum, mas as folhas são viradas para cima.
O crescimento é lento, mesmo com solo rico. Por falar nisso, é muito importante que o solo seja bem drenado, mas com bastante matéria orgânica. O substrato em que minhas plantas se desenvolveram melhor foi areia misturada com terra vegetal, meio a meio.
Quanto à iluminação, mantenho as minhas em sol pleno. Em meia sombra ela vai bem, mas fica um pouco estiolada e não desenvolve essa tonalidade azulada.
Ainda não floriu, em três anos de cultivo.

10 comentários:

Elisangela Neves disse...

Ola! Adoro essas plantas! parabens!

*Sandra* disse...

Estou encantada!!!!é LINDISSIMA!
Beijinhos

temtando tricotar disse...

guri do ceu...adorei sua fotos, são plantas lindas, esse parque que vc trabalha é aberto ao publico? se for me passa o endereço quando for a são paulo gostaria de visitar. obrigada
arleteslms@hotmail.com

Marcus Corradini disse...

Arlete, o parque é aberto ao público, mas só é possível visitar todas as coleções botânicas no horário comercial.
O endereço é: Rua Anacleto Popote, 46, Bairo Valparaizo, Santo André.
Apareça, mas me avise pra eu te recepcionar!
Abraço
Marcus Corradini

ela disse...

Suas fotos são maravilhosas. Voltarei sempre. Adoro as suculentas.

ela disse...

Olá Marcus, eu postei no meu blog a foto de uma plantinha cujas folhas se parecem com pele de sapo. Você saberia me dizer o nome dela? Dê uma passadinha lá quando puder, por favor. http://emgeral.com/2009/05/08/plantinha-sem-nome/

Obrigada, Ela

Elaine disse...

Parabéns pelo belíssimo blog!!E pelas maravilhosas suculentas também.
Gostaria de saber onde você adquire suas plantas.
Ah, você da minha cidade natal!!
Abraços
Elaine

Marcus Corradini disse...

Elaine, minhas plantas vem dos locais mais diversos. Algumas eu comprei em feiras de artesanatoA, outras em floriculturas, muitas eu ganhei, algumas achei na rua, cemitérios, enfim... Garimpo de plantas!
Abraço, conterrânea!

Ana Paula disse...

Oi Marcus, gosto muito de plantas, em especial as orquídeas, porém tenho algumas suculentas. Tenho uma Crassula obliqua que está com a haste ficando um pouco alta em relação ao vaso, e não sei o que fazer. Posso cortar e replantar? Bjs.

Marcus Corradini disse...

Oi Ana Paula.
Se a planta não estiver estiolada, o ideal é trocá-la para um vaso maior, assim ela pode chegar ao ápice e dar flores. Mas a resposta pra sua pergunta é sim, você pode replantá-la.